O curso de Medicina é um dos mais concorridos, seja por proporcionar alta remuneração ou pelo grande status social atribuído. Por isso, quem está interessado em seguir esta carreira, precisa estar atento a todas as opções disponíveis. Veja a seguir quais os recursos que você pode usar para começar a sua graduação:

SISU

O Sistema de Seleção Unificada (SISU) é um dos programas que podem ser acessados através da nota do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM).

Esse sistema é responsável pelas  vagas da rede pública e as divide em categorias de: ampla concorrência, cota racial, cota da rede pública e cota para pessoa com deficiência.

O estudante interessado em cursar medicina, pode inscrever a sua nota no sistema do SISU quando abrirem as vagas, sendo possível se inscrever para o mesmo curso em diferentes instituições.

PROUNI

Uma outra opção, bem parecida com o SISU, é o Programa Universidade Para Todos (PROUNI). A diferença é que este recurso é voltado para a distribuição de vagas da rede particular.

Um dos principais requisitos para quem quer concorrer às bolsas do PROUNI é ter concluído o ensino médio na rede pública ou na rede particular como bolsista integral.

O estudante pode aplicar a sua nota do Enem para os dois tipos de bolsa do PROUNI: parcial e integral. Assim como no SISU, também é possível selecionar duas opções de curso para concorrer.

Educa Mais Brasil

Uma outra opção bem interessante para quem quer seguir a carreira de Medicina é o programa Educa Mais Brasil, uma iniciativa privada que promove condições facilitadas para os estudantes.

O programa funciona através de uma plataforma digital e diferente da maioria das opções de ingresso no ensino superior, o Educa Mais Brasil não exige a participação do estudante no Enem.

Para participar, basta acessar o site e aplicar para uma das bolsas disponíveis na plataforma. Se cadastrar no Portal do Aluno Educa Mais Brasil é fundamental para conseguir a sua bolsa.

Ficou interessado? Saiba mais em: educamais.com.br/educa-mais-brasil-2020

FIES

Por último, mas não menos importante temos a opção do maior programa e financiamento estudantil do país: o FIES. A proposta é conhecida, principalmente, por proporcionar os juros de financiamento mais baixos do mercado.

O programa se divide em algumas categorias para que todos os estudantes sejam beneficiados de forma justa. As categorias dependem da renda familiar do candidato.

Para participar, é necessário ter tirado uma nota superior a 450 pontos no Enem e não pode ter tirado nota zero na prova de redação do exame.